12 de dezembro de 2017

Fortalecimento de rádios comunitárias é tema de encontro no Buriti

Governador recebeu representantes da categoria nesta segunda (11) para tratar de projeto que prevê fomento ao serviço de radiodifusão no DF


O governador Rodrigo Rollemberg recebeu representantes da Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária do Distrito Federal para tratar de projeto que prevê fomento ao serviço no DF. Foto: Pedro Ventura.
Radialistas do Distrito Federal estiveram com o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, para apresentar demandas da categoria. O encontro ocorreu nesta segunda-feira (11), no Palácio do Buriti.

Rollemberg ressaltou o caráter cultural dos programas locais. “Tenho um grande apreço pelas rádios comunitárias, canais de linguagem acessível, que sabem o que a comunidade precisa e ajudam a difundir as questões de interesse comum”, declarou.

Entre outros assuntos, os representantes das rádios pediram celeridade ao Executivo na sanção do Projeto de Lei 1.399, de 2016, que institui o Programa Distrital de Fomento ao Serviço de Radiodifusão Comunitária.

O documento, de autoria da deputada distrital Luzia de Paula (PSB), tem como objetivo apoiar a manutenção e o desenvolvimento de programas contínuos e favorecer e difusão da cultura local por meio do rádio.
"Vamos avançar no projeto dentro dos instrumentos legais e nos esforçar para que as rádios sejam fortalecidas e vistas com a importância que devem ter"Rodrigo Rollemberg, governador de Brasília

O diretor-presidente da Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária do Distrito Federal, Divino Cândido Ferreira, ressaltou que o projeto de lei trata da sobrevivência dos veículos. “Queremos o fortalecimento da comunicação por meio do nosso instrumento, que é a radiodifusão”, disse. De acordo com a entidade, há 34 rádios comunitárias no DF.

Segundo o governador, o Executivo trabalha para sancionar o texto, com alguns vetos jurídicos. “Vamos avançar no projeto dentro dos instrumentos legais e nos esforçar para que as rádios sejam fortalecidas e vistas com a importância que devem ter”, defendeu Rollemberg.

Representante da rádio Riacho FM, Ronaldo Martins reforçou a importância do veículo na democratização da informação. “Falamos a linguagem que o trabalhador entende, com clareza. É um trabalho que exige muita paixão e que requer o mínimo de garantia para que consigamos nos manter ativos.”

Presente à reunião, a autora do projeto, deputada distrital Luzia de Paula, definiu a decisão do Executivo como “a vitória de uma luta que fortalecerá os meios de comunicação.”

Também acompanhou o encontro o secretário de Comunicação do governo de Brasília, Paulo Fona.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo